Skip to content
16/05/2011 / Geane Aguiar

Na beira do mar, contemplando o vazio do abandono, estava à sua espera. Pude sentir o toque das pétalas esvoaçantes com a sua chegada: meu coração despertou para te amar. Dia após dia lutava contra o cárcere de meus sentimentos e a imensidão de lágrimas que idolatrava meu medo. Em uma estupenda alegria abri os olhos à procura de seus contornos. Precisava que seus abraços fossem apenas para mim. Quando sua luz resplandeceu sobre tudo que eu havia sido, meu semblante pôde finalmente esboçar um verdadeiro sorriso.

Anúncios

24 Comentários

Deixe um comentário
  1. Juliana Machado / maio 16 2011 22:14

    Belo, belo, belo! Adoro a sua escrita, sou sua fã nº 1 *-* Tão doce e suave o post de hoje… Simplesmente lindo! ^____^ ♥

  2. Talyta / maio 16 2011 22:32

    Fiquei impressionada quando vc disse que é vc mesma que escreve tudo daqui…. achei que alguns fossem tirados de livros e tal O_O parabéns então, vc é mt talentosa :*

  3. Jociano M. / maio 16 2011 22:42

    Na maioria dos seus textos com tema “Amor” você sempre contrapõe este sentimento à sensação negativa de estar só. Ser só e encontrar o amor – um guia na sua vida. Gosto muito.

    Me sinto preenchido de luz ao ler seus posts.

  4. Rafaelle / maio 16 2011 22:46

    Favoritei ontem o seu blog e vi que posta às segundas e sextas. Achei super organizadinho vc fazer dessa forma, assim sempre saberemos quando tem post novo. Boa ideia! Amei o texto de hoje, parabéns pelo seu talento. Você realmente deveria escrever um livro. 😀

  5. Diego / maio 16 2011 22:49

    Nunca gostei de blogs. Gosto muito de ler mas fico entediado com os blogs que vejo por aí que sempre falam do dia a dia de quem escreve ou de futebol. O seu é diferente, e por ter um ar de literatura clássica que me agradou tanto. Ótimo post mais uma vez!

  6. Jeh / maio 16 2011 22:52

    Que lindoooooo!!!! Me identifiquei muito com esse texto porque conheci meu namorado numa praia, e esse ano vamos nos casar. Gosto demais do seu blog….. 😀

  7. Brener / maio 16 2011 22:56

    “(…) Imensidão de lágrimas que idolatrava meu medo.”
    A meu ver, idolatravam também o abandono, o descaso, a tristeza. A volúpia de um amor recém chegado ilumina a escuridão e afasta más energias. Lindo post!

  8. Letícia Pereira / maio 16 2011 23:00

    Essa luta entre as trevas e a luz de bonitos sentimentos são altamente agradáveis de ler sobre. Você escreve muito bem, parabéns! :33

  9. KarlaHack / maio 18 2011 00:50

    Uma delícia de leitura.. suave nas palavras e intenso no sentir!

    ;D

  10. Bruna / maio 18 2011 00:57

    q lindo, adorei mesmo, muito profundo, parabéns! ;*

  11. João Afonso / maio 18 2011 01:42

    A maior batalha do universo é a que travamos dentro de nós mesmos em busca da felicidade plena. Que venças sempre suas guerras e que o amor prevaleça em seus dias. Você é muito talentosa, parabéns!

  12. Paloma Brunoro / maio 18 2011 01:44

    Gosto da complexidade das muitas necessidades nas quais o amor se baseia. Você descreve lindamente o que se precisa, o que se entrega. Belíssimo post, faz vibrar o coração.

  13. Clarisse / maio 18 2011 01:45

    Simplesmente perfeito, sem mais.

  14. jel / maio 18 2011 02:09

    lindo seu texto..
    bem delicado e arrancou de mim um sorriso tbm..
    abraços..

    obrigada pela visitinha..

  15. Suellen / maio 19 2011 15:17

    Adorei o texto, bem nostálgico. Sua técnica de escrita é maravilhosa. 🙂

  16. Ane Honoratto / maio 19 2011 15:23

    Você é uma grande artista. Espetaculares textos, soberbas palavras. Gostei sobretudo da frase “Pude sentir o toque das pétalas esvoaçantes com a sua chegada: meu coração despertou para te amar.”
    Continue eternamente!

  17. Lylyan / maio 19 2011 15:30

    “De médico, poeta e louco, todos nós temos um pouco”. Você mostrou que de poeta tem um pouquinho mais. A poesia de seus textos alimenta o ego de quem ama. =)

  18. Marilene / maio 19 2011 15:33

    Esse post ficou demais! Saudoso, trazendo sorrisos e palpitadas no coração. Você não nomeia seus textos ou são trechos de textos maiores?

    Um ótimo dia para você.

    • Geane Aguiar / maio 19 2011 17:57

      Olá Marilene

      Eu não tenho costume de nomear os meus textos, e eles não são pedaços de textos maiores =)

      Abraços.

  19. Dany / maio 19 2011 15:40

    Lindo post. Seu blog ganha a cada dia mais belos textos…
    Meus parabéns!
    Bjssssss

  20. Andrew Clímaco / maio 19 2011 15:52

    Gostei, parece-me tão sincera. A cada nova postagem sua aumenta meu prestígio por você e sua forma tão marcante de transpor ideias.

  21. mariana / maio 19 2011 21:19

    Retribuindo a visita!! Muito lindo e profundo esse post,amei.Você escreve muito bem!

  22. Jéssica / maio 19 2011 23:00

    nossa, demais

  23. www.Mundodse.com / maio 31 2011 12:28

    Bela escrita!
    “sorriso verdadeiro é reflexo daquilo que está escondido no seu coração.”

    Ps: obrigado por comentar em http://www.mundodse.com

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: