Skip to content
25/03/2011 / Geane Aguiar

Procuro-te entre as estrelas, que são como velas naquele mar de diversas fases de cores. A Lua chega até mim e murmura que tu te lançaste na Terra buscando por amores. O ciúme fulmina meu desgosto. Caio à procura de teus beijos, teus abraços.

És tu quem surge nas sombras bailarinas, como uma princesa sem trono. Em um segundo doma meu corpo, cega meus olhos, e minha vontade só se saceia contigo.

Com você, por você.

Sou eu, tua paixão, esta que te tirou as asas para voltar.

Anúncios

20 Comentários

Deixe um comentário
  1. Juliana Machado / mar 25 2011 19:14

    Belíssimo texto, um dos meus preferidos de todos que já li seus. Fico feliz em vê-la voltando a postar no blog, pois sua escrita é genial e seu talento deve ser sempre compartilhado conosco. Me deixa ainda mais feliz ter sido convidada a participar daqui contribuindo com as fotografias. Me sinto lisonjeada.

    Tudo de bom pra você, sempre. Merece muito sucesso.
    Beijos. ♥

  2. Bianca Barreto / mar 26 2011 00:04

    Poxa mtmt lindo mesmo, otima inspiração, palavras, lindo Ge*-*

  3. déa / mar 26 2011 00:28

    Lindo texto,bem intenso. Não deixa de escrever porque você faz isso muito bem. Boa sorte nessa ‘nova fase’ da sua vida. Bgs<3

  4. Jociano M. / mar 26 2011 00:49

    Parabéns pela riqueza do seu blog!Realmente muito bom…
    Forte Abraço.

  5. Andrew Clímaco / mar 26 2011 00:54

    Gostei da tua sensibilidade… é bom encontrar textos que nos convençam de que sim, ainda existem pessoas assim por ai… que ainda têm coragem de amar. A maioria parece estar evitando ao máximo qualquer maior aproximação, como se o amor fosse a mais fétida e apavorante masmorra… continue postando!

  6. Dany / mar 26 2011 01:01

    mensagem muito linda!!!! parabéns… bjssssssssss

  7. Medeiros Alencar / mar 26 2011 02:07

    Gosto desse tipo de texto, onde o subjetivismo reina e onde os sentimentos fluem em frases que para alguns podem parecer sem sentido. Mas não para quem as sente, ou para quem lê e tenta sentir.
    Gostei mesmo.
    Ótimo nome o do blog.

  8. Paula / mar 26 2011 02:10

    muito lindo o texto.. adorei

    http://dedindeproza.wordpress.com

  9. Amanda / mar 26 2011 02:32

    muito lindo e bem escrito, Juliana sempre me disse que você escrevia bem, mas não lembro de ter visto muito ^^
    lindo mesmo ;*

  10. Ian / mar 26 2011 02:34

    Juro que visualizei tudo.
    E foi lindo ;-;

  11. alexandre / mar 26 2011 02:36

    nem queira rs

    “Incontrolável Lucidez” muito bom esse nome,perfeito.

  12. Rachel Brito / mar 26 2011 03:47

    Quelle est un magnifique texte!!!

    Muito bonito, você devia publicar mais de seus pensamentos poéticos. Desperta um pouco de curiosidade saber mais do que você produz!!!

    Queria ter a capacidade de voltar a escrever assim, mas as idéias simplesmente me escapam da mente rápido por demais…

  13. Mary; / mar 26 2011 04:06

    Que texto lindo ;———; ” ‘ você devia publicar mais de seus pensamentos poéticos ‘ [2] seu post ficou perfeito *——* ” bjus =********

  14. Rubi / mar 26 2011 04:18

    Sem dúvidas é um texto ótimo.
    Embora breve, profundo!

  15. Marcela / mar 26 2011 04:36

    Adorei, muito bom !
    Palavras sábias, amo textos curtos q que dizem tudo!

  16. @marcosvolk / mar 26 2011 06:58

    Caraca, que texto lindo, amei! *———–*
    Seu blog ta lindo também! ;D
    visita/comenta meu blog também?
    http://www.maisqueindelevel.com
    beeeijos! ;***

  17. Daniica' / mar 28 2011 04:18

    que texto lindooooooooo! pena que soh tem um ,poste mais pq eu adorei seu blog!
    bjs

  18. Rokeirinha / abr 20 2011 02:28

    Oi gostei do blog, mas nossa são apenas textos românticos?
    Obrigada pela visita ao meu blog
    Bjks

    • Geane Aguiar / abr 20 2011 02:44

      Olá.

      Esses textos foram escritos numa época em que eu estava apaixonada. São alguns dos meus favoritos. À medida que for postando mais terá diferentes categorias no blog.

      Abraços.

  19. Talita Cheung / maio 13 2011 22:03

    Você continua escrevendo tão bem quanto há anos atrás, e ainda consegue fazer com que eu tenha vontade de ler cada um dos textos diversas vezes.
    Mesmo sabendo que você nunca teve muito tempo para escrever, espero conseguir ler muitos mais destes. Aliás, publique alguns antigos para que eu me sinta em casa… Se é que ainda os guarda ou se recorda deles, Ge.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: